SEJA BEM VINDO (A)!!!

O objetivo deste Blog é a interação entre as mais variadas formas de Arte, Consciência através do conhecimento e a busca por um crescimento Espiritual, em um aprendizado através da realização das obras e vida de seus autores.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

UMA MENSAGEM DOS ÍNDIGOS

As Crianças Índigo foram assim chamadas devido à vibração da sua alma se encontrar a um nível de consciência mais alto, a qual ressoa com a cor índigo (forte tonalidade de azul, semelhante ao azul-violeta) , e que é precisamente a cor do Chacra da Terceira Visão. À medida que vão encarnando no planeta, os Índigo vão revelando certos traços e qualidades específicas.

Inicialmente eram seres orientados pela parte direita do cérebro, extremamente artísticos, criativos e intuitivos e espirituais por natureza. Mostram uma forte preferência por atividades como a meditação, yoga e trabalho com cristais. São globalmente honestos e abertos de espírito e a integridade reveste-se de grande importância para eles. Os amigos têm um papel importantíssimo nas suas vidas e à medida que vão crescendo, eles tendem a agrupar-se, o que, de resto, espelha o seu conceito de “alma grupal” ou clãs. Na realidade, os Índigo e Cristal são grupos de seres e apreciam fazer parte integrante desse espírito de grupo.

A sua mensagem e missão eram (é) mostrar à sociedade como ela se tinha fechado e ficado emperrada em sistemas que já não faziam (fazem) qualquer sentido para o crescimento humano. Fizeram isto demonstrando, de uma forma muito pessoal, o quão destrutivos estes sistemas se tornaram ao longo dos tempos.

A sua mensagem inicial foi essencialmente de caráter social e comunitário, dirigida sobretudo às suas famílias. Recusaram-se aceitar as estruturas de controlo e poder dos núcleos familiares típicos, onde o pai era o chefe e onde todos faziam o que ele mandava. Na verdade, rejeitarem o domínio e o controle sob qualquer forma. Muitas famílias foram desfeitas à medida que os Índigo foram espelhando a fealdade e o caráter destrutivo do núcleo familiar tradicional. Gradualmente, a sociedade foi-se apercebendo que a única forma de lidar com a energia Índigo era a partir do coração. Os índigo ensinaram aos pais o diálogo, a negociação, o debate de ideias, a honestidade, a abertura e a partilha. Ensinaram-lhes o respeito por si mesmos e por cada um dos membros da família, assim como mostraram a importância das suas emoções individuais e necessidades físicas.

O que emergiu deste confronto ente a Velha Energia e a Nova Energia Índigo foi um Novo Paradigma de Paternidade. Os pais e a criança passam a ser vistos como companheiros e a sua relação como uma associação. O relacionamento tinha de ser construído sobre bases sólidas de Amor e Crescimento Pessoal para todos. A Paternidade era, agora, uma Atividade do Chacra do Coração, baseada no Amor, e não mais uma actividade centrada no Plexo Solar, ou seja, construída sobre relações de poder e controlo.

Uma crise idêntica emerge no campo da Educação, à medida que os Índigo entram, em massa, nos sistemas Escolares. Eles são altamente inteligentes e intuitivos. Pensam e aprendem muito depressa. Obtêm sucesso num ambiente aberto e de liberdade, não se dando nada bem em ambientes fechados e controladores. Foi inevitável constatarem que o sistema escolar era lento, aborrecido, frustrante e inadequado às suas necessidades. Então, os médicos começaram a diagnosticar-lhes ADD e ADHD (Attention Deficit Disorder e Attention Deficit Hyperactive Disorder - Distúrbio do Déficit da Atenção e Distúrbio Hiperativo do Déficit da Atenção) , tornando-os “crianças problemáticas” que precisam de ser “tratadas”, normalmente, com medicamentos.

Aqueles que não se conseguem “tratar” ou controlar, tornam-se rebeldes, manifestando comportamento de padrão autodestrutivo, como por exemplo, recorrendo ao consumo de drogas, álcool e até à violência. Ainda assim, vai passando a mensagem de que algo está muito errado com este sistema educacional, baseado nos “conhecimentos e na memorização”, com muita pouca aplicação prática à vida real. Efectivamente, a forma como todo o sistema está organizado e montado é um sério problema para estes seres, cuja energia e inteligência ultrapassam largamente as limitações do sistema. A nossa sociedade ainda se encontra nas primeiras etapas que terá de percorrer até encontrar uma forma de educar as crianças, cujas necessidades serão um dia encontradas, desde que sempre centradas no Coração, bem como na Cabeça.

Estas crianças também desafiaram a nossa maneira de pensar no campo da saúde e da medicina. Os medicamentos que são usados para tratar o ADD e o ADHD não funcionam na maioria dos casos, nem curam, apenas dissimulam os sintomas. Muitos pais não se sentem bem ao dar aos seus filhos antidepressivos ou outras drogas psicotrópicas em idades tão precoces.

Seja qual for a avaliação, estas crianças têm motivado os pais a procurarem alternativas ou meios mais suaves e naturais de lidar com os “problemas “ das suas crianças altamente energizadas. Esta procura inclui, na alimentação das crianças, uma dieta mais natural, baseada em comida orgânica, na eliminação dos açúcares e da comida processada.
Este processo tem capacitado os pais, e os indivíduos em geral, a fazer as suas próprias escolhas e tomar decisões, sem se deixarem levar pelos ditames de um sistema médico dominado pela obtenção do lucro da indústria farmacêutica.

Na verdade, os Índigo ajudaram-nos neste salto da mudança de mentalidades, não só na forma de condução das relações parentais, como também na forma como vivemos e no que queremos da nossa sociedade. Tudo isto faz parte da Grande Mudança que eles, Índigos, vieram proporcionar. É uma substituição de sistemas baseados na lógica fria da Mente por uma sociedade que assentará em cultivar o e fluir do Coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo ao meu Blog. Seu comentário é muito importante pra mim!!! Caso queira receber as atualizações é só cadastrar no canto direito no TAG "RECEBA POR E-MAIL". Obrigado e volte sempre!!!