SEJA BEM VINDO (A)!!!

O objetivo deste Blog é a interação entre as mais variadas formas de Arte, Consciência através do conhecimento e a busca por um crescimento Espiritual, em um aprendizado através da realização das obras e vida de seus autores.

terça-feira, 6 de abril de 2010

O MEDO


Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz."

Platão


Em nossas postagens, muitos temas esbarram (propositalmente) em um sentimento muito comum em cada indivíduo, em grupos, aglomerados e em maior escala, nas nações e toda humanidade.

O medo. Parecerei antagônico em minhas palavras, porém, quando sentimos medo, inconscientemente, estamos protegendo algo ou alguém; ele é o dispositivo encontrado pelo Ego para acionar a sirene e luzes de perigo em nossa mente, e de imediato tomamos a solução mais acertada para resolver ou contornar a situação; agora, solução mais acertada para quem?

Ahhh… verdade, acertada para quem nos alertou; o nosso amigo Ego, ehhh, aquele mesmo, que nos alerta, também, sobre nossos relacionamentos afetivos, nos “abre os olhos” (e tranca nossos corações) quanto a possibilidade de não sermos retribuídos no “grande amor” que doamos ao outro. Sim, pois estamos doando e a contraparte só quer receber… “- Não seja idiota!!!” “Cobre o que é seu por direito!!!” Diz “nosso amigo, o Ego.”

Aquele camarada, que muitas vezes nos tirou de situações “difíceis”, quando tínhamos certeza de que estávamos agindo com fraternidade, e ele, muito sagaz, nos deu aquele “toque”: “- Ajudar aquele “pudim de pinga”, que nada, ele só quer o dinheiro para beber.” “- Doar, a alguém, aquela roupa que nem serve mais, nada, você comprou, ninguém lhe deu nada, deixe como pano de chão mesmo…” “Finja que não o viu, dar bom dia a esse… (gordo, magro, feio, chato, fedido, pobre, ou qualquer outro adjetivo), você é superior, ele que se exploda.

Isso mesmo amigos, esse “nosso amigo” também é o vigia que aciona nosso mecanismo de defesa ao perigo eminente… ele tem a chave do MEDO.

Uma segunda indagação é: - O que o medo tem a ver com Espiritualidade?

Deixo abaixo, um pensamento retirado de um Blog Francês, muito elucidativo…

Numa sociedade adormecida, condicionada, embutida na matéria, a possessão, o consumismo, é muito fácil para aqueles que querem controlar as massas e suprimir as liberdades individuais, a fim de estabelecer as condições que são semelhantes a escravidão, mas numa versão moderna.

O medo é o principal meio.

O medo da doença ... vimos os custos e os resultados da última mascarada da pandemia gripal, mas será que avaliamos as consequências num organismo completamente desconectado da sua própria energia a que é reduzido o homem de hoje?

O medo da diferença física, social, intelectual, cultural, pessoal, etc. ... .. A rejeição, o ódio, a agressividade e tudo o que isso implica como conflito mortal para esta unidade que pode ser chamada humanidade.

Medo de perder ... isso cristaliza o espírito de valores que não são da sua natureza e desenvolve a animalidade do ser com o Não-Amor que isso cria.

Perder a possessão da sua própria soberania, território físico, emocional, social, etc. ... provoca no corpo tensões e distúrbios que de seguida desenvolvem cancro, doença, deficiência, etc. ....

O medo da insegurança ... quantas pessoas estão dispostas a sacrificar e colocar sua própria liberdade e a dos outros para uma outra autoridade para ter apenas um sentimento de protecção?

É assustador ver esta corrida para a segurança, é preciso ser muito cego para não perceber as consequências que se seguirão.

O medo de ... este é o cocktail que nos servem continuamente para nos fazer reagir e nos levar para onde quiserem, ou seja, para a escravidão com o nosso consentimento.


É a ignorância, a escuridão que geram o medo, e os que não querem que evoluímos, aqueles que controlam o sistema financeiro internacional (os presidentes dos estados são apenas marionetas obedientes, há muito tempo que eles não têm poder), sabem que essa energia vai manter-nos na palma de suas mãos.


Com o fim dos tempos, o Apocalipse, a grande purificação, não interessa o termo que lhe demos, mas quem se apresenta com esta conjunção cósmica em vários planos vêm para nos permitir o acesso a uma outra consciência. Ela nos libertará da animalidade que hoje não somos capazes de superar.

Atualmente temos dificuldades em suportar as premissas desta nova energia cósmica que começa a surgir. Não esqueçamos que o nosso corpo é composto de uma pequena quantidade de matéria (átomos) e uma enorme quantidade de energia (o espaço entre os átomos). Tudo está em constante evolução e centralizado por diferentes pontos (chakras), centros energéticos que gerem todo o fluxo destas energias.

Olhe hoje à sua volta e veja quantos sentem um grande cansaço, um mau estar profundo, dores inexplicáveis e isso sem qualquer motivo real.

Constate a desordem, a erosão e o início do colapso do que foi pensado, desenvolvido e criado com as velhas energias da 3ª dimensão.

E o caos que se seguirá será consideravelmente reforçado e ampliado por aqueles que resistirão ou não mais poderão conter sua loucura.


Sairemos definitivamente da escuridão para a luz, somos seres de luz (energia pura), mas será preciso estarmos preparados para este novo estado vibratório para podermos atingi-lo.

E novamente o medo é um obstáculo.

Com esta passagem, vamos chegar a uma consciência mais elevada, novas energias, portanto, automaticamente a novos conhecimentos, inteligência e a uma nova tecnologia.

Esta é a evolução colectiva da qual eu falo e ela passará por mutação individual devido a esta mudança vibratória do nosso sistema solar.

Quanto mais temermos, mais fecharemos os nossos centros de energia e mais nos isolaremos do que nos espera.

O medo faz-nos encolher sobre nós mesmos, ele nos separa das outras energias que nos rodeiam, ele bloqueia os nossos chakras. Conhecemos as consequências, a desordem e as limitações que isso implica. Mas o mais importante é que, estando fechados, o 7 º chakra localizado acima da cabeça não se poderá abrir como uma antena. É através dele que temos contacto com o universo, portanto, a esta nova dimensão que nos espera, esta mudança irreversível que vamos viver muito brevemente agora.


Aqueles que permanecerem adormecidos, pois o despertar do seu ser de luz não é sua prioridade, aqueles que permanecerem na energia do medo, da possessão, aqueles que participaram activamente na destruição da humanidade e do nosso planeta serão varridos e temo que eles fiquem na 3 ª dimensão, noutras esferas da criação, por muito tempo.
Jean-Pierre

Concluo com uma mensagem para reflexão do que realmente somos, e, principalmente, nossa verdadeira essência…

Muitas vezes a felicidade é considerada como:
Algo distante e assustador
Nunca sabemos a hora em que ela chega
E muitas vezes quando chega tememos
Que algo entristecedor aconteça
Então deixamos a felicidade passar
E diante de nossos olhos ela desaparece
Através de um sentimento chamado medo
Aquele que sentimos de ser feliz
Não deixemos que a tristeza prevaleça
E vivamos sem medo de ser feliz
Aproveitando cada momento
Que possa acontecer de felicidade
Em nossa vida... Sejamos felizes!

Fred Domingos

Obra: O Grito de Edvard Munch – 1893

Fonte: Blog Prova Final 2012, Luso Poemas e Overblog – Publiez vous idées

2 comentários:

  1. Parabéns...tenho gostado cada vez mais de ler seus textos, e tinha certeza de que seria assim...minha admiração e meu orgulho aumentam a cada dia...continuo na torcida por mais e melhores.

    ResponderExcluir
  2. Você discursou aqui sobre a resposta ao medo caracterizada como fuga, paralisia, sentimento incapacitante.....Não podemos esquecer que a resposta fisiológica também pode determinar uma reação de ataque, impulsiva, relacionada ao instinto de sobrevivência humano.....Devemos conscientemente "treinar" esse tipo de reação, que, frente ao medo do desconhecido, pode nos impulsionar não só a resultados negativos, mas, por que não, muitas vezes a resultados positivos, de superações, vôos mais altos, felicidade inimagináveis.....Não há fórmula mágica....Não se sabe nunca qual vai ser a resposta ao medo....O que podemos é usar a maturidade e o crescimento pessoal e espiritual pra desejar encontrar rapidamente uma resposta mais "acertada" para o nosso Ego.

    ResponderExcluir

Bem vindo ao meu Blog. Seu comentário é muito importante pra mim!!! Caso queira receber as atualizações é só cadastrar no canto direito no TAG "RECEBA POR E-MAIL". Obrigado e volte sempre!!!